Posts arquivados em Autor: LauraNely

29 out, 2021

Organização e planejamento, a saga II

Organização de Objetivos e Metas GTD
Quadro de organização de objetivos e metas no Notion

Organização e planejamento são as minhas maiores dificuldades. Então, para fazer jus a quem eu sou… lá vamos nós, de novo e mais uma vez.

Como falei no último post, quero usar esse espaço para falar sobre o que eu bem entender, assim como trazer dicas que eu acho que podem ser úteis, então decidi falar nesse momento sobre o meu bicho de sete cabeças. Esse é o meu pontapé inicial no meu uso do Notion para organizar todas as áreas da minha vida. Vamos juntos?

e lá vamos nós…

Tentando simplificar o “complicado”

Como base de tudo estou usando esse post da Thais Godinho, porque quando falamos nesse assunto temos que falar sobre ela, não é mesmo? O post dela foi feito na base do método GTD (A Arte de Fazer Acontecer – David Allen) leitura em andamento, mas já quero tentar montar meu planejamento na base do post da Thais e depois incrementar com o meu aprendizado do livro. Dentro deste método quero traçar metas para ai então dar início ao meu planejamento de curto, médio e longo prazo.

A minha organização

Ultimamente, minha vida está sendo apenas sobre buscar templates do Notion para organizar todos os aspectos da minha rotina. E acho que finalmente encontrei o layout perfeito que funciona para mim.

Criei ele com base no template da Inspire to Glow colocando outras páginas para cada área que quero organizar. Entrar no mundo do Notion é um caminho sem volta, você vai se ver buscando um template para qualquer coisa que queira fazer. Se vou continuar com o uso, aí já são outros quinhentos.

Mas qual é o desafio?

O simples fato de tentar me organizar já é um desafio para mim. Porém, quero usar o sistema de recompensas a cada semana, tanto para me incentivar quanto para realmente me bonificar. Mas cada recompensa vem apenas com uma meta batida. Metas simples, recompensas simples, metas complicadas, recompensas maiores. Subornar o meu subconsciente para fazer as coisas que preciso, cheeeeck!

Mas o que é que eu quero tirar disso? Buscar uma melhoria contínua sem sofrimento, afinal, a vida é uma só e nossa missão é viver da melhor maneira possível, buscando métodos que funcione para você sem danificar a sua saúde mental.

Se você também tem dificuldade em se organizar e manter seus objetivos em mente no seu dia a dia, que tal se desafiar a melhorar? Se desfie um dia de cada vez, e se quiser companhia, minha página de contato está sempre aberta!

Sigam-me os bons:

InstagramTwitterFacebookTV TimeSkoobGoodreadsFilmowYouTube Letterboxd

22 out, 2021

Sobre ter um blog…

Ter um blog ou não ter, eis a questão!

Sobre ter um blog...
Foto: Pixabay

Há algum tempo venho procurando algo que me desse vontade de criar… Criar conteúdo, criar histórias, criar conexões, emoções… Mas todas as redes sociais me deixam a desejar.

Então o que fazer? Se o instagram tem pouco espaço para uma legenda. O TikTok tem um formato que não combina comigo. O YouTube é extremamente trabalhoso e talvez não seja o que realmente quero… A Twitch então… Investimento altíssimo. Não vou nem colocar Twitter pois nunca fui fã.

Será que a solução para mim é voltar à adolescencia e blogar? Essa é a pergunta de um milhão de reais.

O por quê…

Recentemente venho buscado ferramentas de produtividade, e navegando pela internet encontrei o blog Inspire to Glow, e algo em mim ascendeu. E como já falei aqui, eu sempre tive um espacinho na internet, mesmo que não postasse com frequência. E esse espaço, na fase atual da minha vida, está se tornando algo que eu quero viver conquistando.

A internet está sempre em mudança e não temos uma constância em nada, então porque mudar quem sou ou o conteúdo que quero criar tentando me adaptar aos novos formatos?

Sobre o blog

Minha presença na internet sempre existiu, mesmo que não houvesse público. Desde as comunidade do Orkut, postando web novelas, até mesmo com blogs mesmo, durante toda minha vida.

Nunca trabalhei propriamente com isso e nunca divulguei tanto, sempre foi algo mais para mim mesma do que para um público em si. Mas depois de muito tempo sonhando em criar conteúdo, e sim, talvez criar uma carreira em cima disso, decidi voltar as minhas origens… O blog.

Quero falar mais sobre minhas experiências, sobre as coisas que quero desenvolver, mudar, crescer… e porque não registrar tudo isso em formato de blog?

Mas vamos falar sobre o que?

A vida. E minha vida consiste em, crises de ansiedade, procrastinação, faculdade, leitura, séries, filmes, música, escrita, empreendedorismo e pets. Não quero me prender a um tema, ou nichar em uma coisa específica. Eu sou muito eclética, e assim como a internet, estou em constante mudança.

Então já que esse é meu cantinho na internet, vou falar sobre o que quiser falar. Sobre livros, como sempre falei. Sobre filmes e séries (preparem-se para post com clichês de natal!). Talvez sobre jogos que sinto vontade de jogar… Mas também sobre assuntos sérios, como ansiedade, sindrome do impostor, entre outros assuntos que achar pertinente.

Eu espero, que se você me encontrou aqui e esse conteúdo te ajude de qualquer forma, que você se mantenha aqui. Se não, vida que segue, seja feliz.

Se quiser me acompanhar nas outras redes sociais estão todas ali do lado.

Um beijo e até a próxima.

09 jul, 2020

Tag Dos 50%

Eis que respondi, pela primeira vez em toda minha vida de produtora de conteúdo, a famigerada TAG dos 50%.

Foi uma tag bem divertida de responder, espero que tenham gostado.

P.S.: Comprei um LED colorido e estou apaixonada!

:: Compre com meu Link! ::

It, A Coisa: https://amzn.to/2AHZ67H

Querido e Devotado Dexter: https://amzn.to/2ZbQAYf

Children of Virtue and Vegeance: https://amzn.to/2O8ZSh6

A Herdeira: https://amzn.to/2W2W31v

Felizes Para Sempre: https://amzn.to/2BV95XM

Recursão: https://amzn.to/38GkZkq

O Ódio que Você Semeia: https://amzn.to/31WcqAE

Filhos de Sangue e Osso: https://amzn.to/3gKn2qx

Sherlock Holmes Mangá: https://amzn.to/3iMUzlx

Dexter, a Mão Esquerda de Deus: https://amzn.to/2AG4sAj

Over the Top: https://amzn.to/2ClJUxK

Jogos Vorazes: https://amzn.to/2O4oUOq

Jogador Número 1: https://amzn.to/2W1Dlr0

Samantha Sweet, Executiva do Lar: https://amzn.to/3ebAv9c

:: Perguntas da TAG ::

1. O melhor livro que você leu até agora, em 2020.

2. A melhor continuação que você leu até agora, em 2020.

3. Algum lançamento do primeiro semestre que você ainda não leu, mas quer muito.

4. O livro mais aguardado do segundo semestre.

5. O livro que mais te decepcionou esse ano.

6. O livro que mais te surpreendeu esse ano.

7. Novo autor favorito (que lançou seu primeiro livro nesse semestre, ou que você conheceu recentemente).

8. A sua quedinha por personagem fictício mais recente.

9. Seu personagem favorito mais recente.

10. Um livro que te fez chorar nesse primeiro semestre.

11. Um livro que te deixou feliz nesse primeiro semestre.

12. Melhor adaptação cinematográfica de um livro que você assistiu até agora, em 2020.

13. Sua resenha favorita desse primeiro semestre (escrita ou em vídeo).

14. O livro mais bonito que você comprou ou ganhou esse ano.

15. Quais livros você precisa ou quer muito ler até o final do ano?

:: Sigam-me os bons! ::

Instagram https://www.instagram.com/lauranely/

Instagram https://www.instagram.com/nelyreads/

Instagram https://www.instagram.com/suspensedequarta

Twitter http://twitter.com/lauranely/

Facebook https://www.facebook.com/lauranelyblog/

Filmow https://filmow.com/usuario/lauranely

Letterboxd: https://letterboxd.com/lauranely/

20 maio, 2020

The Heir – Kiera Cass

Gostaria que esse livro tivesse conquistado meu coração. Tanto quanto a trilogia original, mas isso ficou só no desejo mesmo.

The Heir traz a história 20 anos após os acontecimentos de A Escolha. Maxon e America são pais de quatro filhos, onde a sucessora do trono, primogênita por ter nascido apenas 7 minutos antes de seu irmão gêmeo é Eadlyn.

Em Illéa, não existe mais as castas, porém ainda há o preconceito deixado por elas. (Reconhece a situação?) A população não está contente, a onda de violência e vandalismo cresce dia a dia.
Então, para deixar a população “distraída” enquanto busca uma solução, é sugerido A Seleção.

Sabemos que o processo da Seleção, não é fácil, mas tudo se torna mais insuportável ainda no ponto de vista de Eadlyn.
Mimada, egocêntrica, egoista, mal educada, metida, complexo de superioridade, e muitos outros adjetivos que se continuar escrevendo lotaria essa postagem apenas com eles, descreve essa personagem principal, que em nada se assemelha aos pais.

A leitura é rápida e fluida, se você for capaz de ignorar a narradora e focar na história.
A partir dos 60% ela se torna um pouco mais suportável, pois começa a olhar para algo além do seu próprio umbigo.

Por mais que seja complicado a leitura pela dificuldade de ter empatia pela personagem, estar no mesmo mundo, ter nossos personagens queridos, mesmo não sendo o foco principal, deixa um gostinho de quero mais.
E é a única coisa que vai me manter presa por mais um livro.

The Heir – Kiera Cass

Detalhes sobre os post-it’s, os rosas são parte em que Eadlyn fez algo completamente inacreditável de forma ruim, os em amarelos são partes que dá pra ter empatia por ela.

Mais resenhas aqui.

28 abr, 2020

Um Romance Para Fernanda – Babara Sá

Um Romance Para Fernanda - Barbara Sá

Resenha nova na área, Um Romance Para Fernanda. Para checar todas resenhas realizadas só ir ná página.

A História

Um Romance Para Fernanda tráz a história de Fernanda, que é uma autora carioca que está realizando seu maior sonho, publicar um livro por uma grande editora.
Ha cinco anos, Fernanda vem realizando seu sonho de viver dos livros que publica digitalmente, então essa oportunidade significa muito para ela. Só tem um probleminha, o maior pesadelo de um escritor, o bloqueio criativo. Ela não consegue finalizar o livro que tem 15 dias para entregar e não haver quebra de contrato e ela perder essa oportunidade.

É assim que um anúncio de viagem brota na sua timeline, 10 dias com hospedagem e passagens inclusas para a Chapada Diamantina, um paraíso no meio do nada sem as distrações do carnaval carioca a impedindo de escrever.
Depois de ponderar, ela resolve se arriscar, afinal, ela precisava terminar esse livro, precisava realizar seu sonho.

A viagem terminaria no prazo certinho da entrega do manuscrito, seria perfeito. Sem distrações, 10 dias dedicados à escrita, correto?
Errado! Assim que ela chega na pousada, Rômulo, o dono da pousada, se torna uma enorme distração.

Minha Opinião

Fernanda sempre escreveu romances sensuais, onde buscava a libertação feminina do tabu relacionado ao sexo, mas ela nunca tinha vivido um romance, não um digno dos seus personagens.
Mas nesses dez dias, fugindo de todas as probabilidades, avançando mais sinais do que normalmente avançaria em uma relação, ela se abre para viver tal romance.

Um romance para Fernanda é um romance sensual, com aquele fundinho de comédias românticas que te da aquele quentinho no coração. É super rapidinho de ler, pelas palavras informações do Kindle são apenas 94 páginas.
Uma ótima pedida para distrair e ler em uma sentada.

Para mim, a cereja do bolo foi o filme preferido de Fernanda ser Forrest Gump, mas o filme que ela já perdeu as contas de ter assistido foi A Proposta, eu como um ser que assiste a proposta algumas vezes por ano, me senti um pouquinho de Fernanda!

Tá disponível no Kindle Unlimited ⭐️⭐️⭐️⭐️

Mas caso queira adquirir o livro, segue o link.

15 abr, 2020

Lendo Sophie Kinsella #001

Ebook disponível no Kindle Unlimited e livro em promoção. De R$ 39,90 por apenas R$ 19,90. Link para compra Samantha Sweet, executiva do lar – Sophie Kinsella (edição de bolso)
The Undomestic Goddess - Sophie Kinsella
The Undomestic Goddess – Shophie Kinsella

Então, como vocês já sabem, ler todos os livros da Sophie Kinsella é um dos meus projetos literários para vida. E aqui está a primeira resenha deste projeto.

Da Sophie Kinsella, até o momento, eu tinha lido apenas Fiquei com o seu número, mas amei tanto, mas tanto, que decidi colocar como meta ler todos os livros dela no instante que terminei de ler The undomestic goddess. Tive a certeza que sempre me divirtiria lendo qualquer coisa que ela escrevesse. (E sim, Delírios de Consumo de Becky Bloom é um dos meus filmes preferidos, por isso a curiosidade de ler as obras da autora.)

The Undomestic Goddess conta a história de Samantha Sweet, uma advogada extremamente bem sucedida prestes a receber uma promoção, virar associada na firma em que trabalha, uma das mais renomadas de Londres. Se tornando assim a mulher mais jovem a se tornar associada.

Ser uma advogada em uma das maiores firmas de Londres não vem sem seus ônus, a vida de Samantha é entregue ao trabalho e cronometrada em períodos de 6 minutos, mas não a leve a mal, ela é completamente apaixonada pelo trabalho e a sua família era assim. Bem sucedidos e um tanto workaholics.

Mas sua vida muda porque apesar de ser muito talentosa, organização não era seu forte, por causa disso, ela cometeu um erro. Um erro tão grande que pode custar sua carreira.

Em meio a um colapso nervoso, ela entra no primeiro trem que vê e termina em uma cidadezinha do interior, que ela não faz a mínima ideia de qual seja. Então andando pela cidade, ela decide bater na porta de uma casa para pedir ajuda.

Porém os moradores acabam a confundindo com Uma candidata à vaga de empregada doméstica, por estar completamente desnorteada, sem saber se seu erro realmente custará sua carreira, Samantha acaba aceitando o emprego, pelo menos por um dia.

Só tem um problema, ela não sabe absolutamente nada sobre os afazeres domésticos! Mas aí surge a salvação, Nathaniel, o jardineiro dos atuais empregadores de Samantha, percebe imediatamente que Sam não tem conhecimento nenhum sobre culinária ou afazeres do lar. Mas fala que sua mãe poderia ensinar a Sam, afinal, ele percebeu que ela estava fugindo e precisava de ajuda.

Minha Opinião

Esse é um livro super rápido de se ler, mas tenha em mente que é um click-lit. Não espere uma obra super original, com um enredo completamente surpreendente. Sabe aquelas comédias românticas bem clichê? É a descrição perfeita para esse livro. É daqueles que te tira reações físicas de vergonha alheia, risadas soltas e algumas lágrimas de emoção.

Perfeito para dias frios, com uma xícara de chá quentinho, bem britânico, para homenagear a autora.

“Não me defina! Eu não sou uma advogada! Eu sou uma pessoa.

Nele você vai encontrar lições sobre julgar um livro pela capa, sobre a ideia erronia de feminismo, do que esperam de profissionais, principalmente de nós, mulheres.

Será que realmente precisamos ter nossos objetivos traçados desde os vinte? Saber o que queremos fazer para o resto da nossa vida? Ser bem sucedida antes dos trinta?

Por mais que seja o clichê das comédias românticas, eu pelo menos, retirei muitos ensinamentos e espero que vocês também consigam retirar.

Para mim, já que chick-lit é um dos meus gêneros favoritos favoritos, para mim foi uma leitura merecedora de quatro estrelinhas, se você já leu, deixa seu comentário sobre o que achou, fiquem ligados que a próxima resenha vai ser do rei, Stephen King, para dar aquele contraste, né, porque assim como o chick-lit, terror e suspense também fazem parte dos meus gêneros favoritos.

Para aqueles que estão se aventurando nas leituras em inglês, esse livro é bem tranquilo de se ler, mas claro, você precisa ter um certo conhecimento das gírias britânicas.

Mas mesmo assim, a leitura flui muito bem, e mesmo que não saiba todo o vocabulário, da para tirar todo o contexto da frase e compreender super bem.

Se quiser adquirir a versão em inglês, pode comprar por esse link The Undomestic Goddess: A Novel (English Edition)

09 abr, 2020

Projetos Literários, a saga.

Em 2017, no meu então canal do youtube, (fiz outro, caso queira se inscrever mas confesso que estou mais ativa no meu instagram de leituras, o Nely Reads) postei alguns vídeos sobre meus projetos literários para a vida.

Porém, logo depois disso, entrei em uma ressaca literária de quase três anos e tudo isso acabou ficando para lá.

Mas então, nos últimos dias de 2019, meu hábito literário voltou. Como se nunca tivesse sumido, e confesso, que estou amando isso. Por essa razão, estou tirando o pó dos meus projetos literários daquela época, acrescentando alguns novos, remodelando outros e lendo. Lendo muito.

Laura tentando organizar seus projetos literários!
E lá vamos nós!

Resolvi então, refazer minha lista de projetos literários, e manter esse blog atualizado com resenhas sobre os livros lidos para eles. Ou pelo menos alguns pequenos dizeres. Vai dar certo? Não sei! Mas, lá vamos nós.

Quais são os projetos?

Já perdi a conta de quantos projetos me propus a fazer, da Rory Gilmore, Lendo as Crônicas de Nárnia, Lendo o Mundo, Lendo a Segunda Guerra Mundial. Entre muitos outros. Vou listar aqui os que quero manter e falar um pouco sobre eles.

Autores para ler a bibliografia completa!

  • Agatha Christe
  • Arthur Conan Doyle
  • Meg Cabot
  • Sophie Kinsella
  • Stephen King

A volta ao mundo em 198 livros!

Ler um livro de um autor de cada pais. 193 países reconhecidos pela ONU e seus dois estados-observadores (Palestina e Vaticano), além de Kosovo, Taiwan e Saara Ocidental. Peguei daqui.

Lendo o Brasil

Enquanto buscava sobre o projeto Lendo o Mundo, me deparei com o projeto Lendo o Brasil. Que achei super válido, e quero fazer também!

Lendo Sherlock Holmes

Ler livros, HQ’s, Mangás com a temática Sherlockiana. Por que? Por que amo Sherlock Holmes.

Lendo a Segunda Guerra Mundial

Ler um livro com a temática da Segunda Guerra Mundial a cada 3 meses. A itensão era ler mensalmente, mas, não deu certo.

Listagem de Séries

Esse não é muito bem um projéto literário, mas uma simples listagem. Quero listar todas as séries que comecei a ler. Se quero continuar, se quero largar. Sem saber bem o destino, mas listar todas.

Então é isso, pessoal. Esse são todos os projetos que quero levar durante minha vida literária. E aí, o que acharam?

Sigam-me os bons:

InstagramTwitterFacebookTV TimeSkoobGoodreadsFilmowYouTube Letterboxd

11 set, 2019

Here we go again!

Bem vindos, novamente! Confesso que depois de inumeras tentativas nessa vida de internet percebi que, apesar de não ser uma produtora assídua, não consigo ficar longe.

Depois de alguns blogues, canal de youtube, instagram, percebo que meu formato favorito continua sendo textos.

Por isso, hoje se inicia mais uma vez meu espaço nessa internet de meu Deus. Como sempre, sobre minhas bobagens e algo mais.